FORMULÁRIOS

Requisição de serviço (Clique na imagem)

NOTICIAS

Novo Comandante Imprimir e-mail

Com um salão cheio e a presença, do Sr Diretor Nacional de Bombeiros, Engº Pedro Lopes, tomou posse o novo Comandante do Corpo de Bombeiros de Sabugal, José Henriques Pais da Silva.

Filho de bombeiro, e bombeiro há 31 anos o chefe José Henriques ocupava já o cargo de 2º Comandante e exercia funções de Comandante desde Fevereiro de 2016, após a passagem ao Quadro de Honra do Comandante Joaquim Bogas.





O Presidente da Direção, a quem compete empossa o Comandante, iniciou a cerimónia com o agradecimento aos convidados, e referindo-se à  posse:

 ".....A Direção é um órgão colegial, o Comando é um órgão hierarquizado;

  Não significa isto que mande sozinho;

 A palavra comandar já significa mandar com..;

 Mandar ouvindo os subordinados, mas, nos casos difíceis, a decisão final é sempre solitária.

 Não é por isso fácil

 Pedem-lhe que dirija homens numa das mais nobres missões, mas escasseiam esses homens, pelo que a solução é procura-los

 Pedem-lhe que os procure e os incentive, mas o que lhe disponibilizam para incentivá-los é sempre limitado;

 Ser comandante é ser isso tudo:

 É deixar a família para ser “pai”, ser consultor, confessor ou o que queiram, noutros palcos

 Ser pai, colocando os seus em segundo plano

 Ser corajoso quando todos desanimam

 Ser travão, quando o impulso da juventude dos bombeiros (de juventude, mas também muitas vezes a ânsia da missão) os querem levar a zonas perigosas

 Ouvir a todos sem ser confessor

 Dar conselhos sem ser consultor

 É, não raras vezes, ser juiz em causa própria; Não deixar que o coração interfira no julgamento, julgar imparcialmente sem ter o estatuto ou a formação de juiz;

 É isto ser um líder, e um comandante, pese embora o “mandar com” tem que ser em primeira instância um LIDER.

 É isto que se espera de si; É para conseguir isto, que a nova direção na última reunião lhe disse, estamos consigo.

 Tudo faremos para que os bombeiros também estejam, mas a tarefa principal é sua.

 Tentaremos dar-lhe os meios, mas dentro das limitações que conhece, pelo que também da sua parte tem que haver racionalidade e clarividência nos pedidos;

 De seguida vai comigo assinar o auto de posse;

 Auto de compromisso, mas de compromisso mútuo; O esboço de objetivos a que eu chamaria mais intenções, anexos ao auto de posse, são seus e são nossos;

 Possivelmente, a análise final desta missão que lhe incumbimos, já não será nossa; A comissão são 5 anos e o mandato da direção são 3.

 Por isso que fique claro para os vindouros, se for esse o caso, que ao assinar este auto de posse, estamos, direção na qualidade de representação da Entidade Detentora, a assumir essas intenções como também nossas.

 Em conjunto, rumando juntos, ao mesmo ritmo e na mesma direção, o barco irá a bom porto. "

 


 

 
 

Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Sabugal

Av. dos Bombeiros, 6320-499 Sabugal